Unir-se a um grupo de estudos pode ser ótimo para quebrar a monotonia e fortalecer o aprendizado, quando feito do jeito certo.

Somar o seu talento ao dos seus colegas e aprender coletivamente facilita o processo de aprendizado, além de manter a motivação alta durante longas horas de estudo. Para ser eficiente e vantajoso, o estudo em grupo deve, entretanto, seguir algumas boas práticas de organização. Conheça os principais benefícios e dicas para estudar em grupo do jeito certo:

Por que um grupo de estudos pode ser vantajoso?

À primeira vista, você pode ter a sensação de que estudar em grupo pode atrasar o seu planejamento, mas a gente acredita que este provérbio Africano representa bem a decisão sobre como estudar: “Se você quer ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado”.

Formar um grupo de estudos pode aumentar a sua produtividade, quebrar a monotonia e fortalecer o seu conhecimento em assuntos que não domina bem. Dentre outros benefícios, destacamos abaixo as principais vantagens de estudar em grupo:

  • Fazer um uso mais eficiente do tempo;
  • Se expor a formas diferentes de pensar e aprender;
  • Ter um espaço seguro onde discutir idéias;
  • Dar e receber apoio e estímulo para continuar aprendendo;
  • Minimizar a ansiedade e melhorar a autoconfiança;
  • Ser parte de uma equipe – o que pode ser vantajoso mais adiante;
  • Melhorar a compreensão e retenção de informações;
  • Evitar a procrastinação, pois você não pode adiar o encontro e deixar tudo para última hora;
  • Quebrar a monotonia de muitas horas de estudo sozinho;
  • Minimizar os efeitos do estresse pré-prova.

Assumindo o papel de professor

Inevitavelmente, durante algumas sessões de estudo vamos assumir a liderança e ensinar para os colegas a matéria planejada. Quando nos colocamos no papel de professor, reforçamos as informações que temos na memória e o nosso entendimento do assunto, sendo este um dos principais benefícios de protagonizar a sessão.

Você pode discutir e testar o conhecimento dos seus colegas, corrigir o entendimento, fazer uma revisão dos principais pontos e praticar a oratória, habilidades super valiosas para sua futura carreira profissional ou acadêmica.

Se familiarizando com o material e personalizando os estudos

Aprender a aprender em grupo também te ajuda a identificar quais são os assuntos que você precisa estudar mais e onde deve investir o seu tempo. A matéria que você domina melhor é provavelmente aquela que irá ensinar para os demais e que vai requerer menos esforço; claro que irá revisá-la antes da prova, não se preocupe, mas você alocará mais tempo naquilo que não domina bem, de maneira a reforçar aqueles pontos em que possui mais dificuldade.

Ganhando eficiência

À medida em que o seu plano de estudos vai avançando e você já identificou quais assuntos entende menos, guarde o tempo que resta e os tópicos com os quais está menos familiarizado para explorá-los no grupo de estudos. Isso pode poupar tempo que seria mais longo se fosse estudar apenas no seu ritmo. Pois, no seu grupo, pode haver um “especialista” no assunto, que consiga te explicar facilmente o conteúdo.

A máxima “dividir para conquistar” também é real nos estudos em grupo: você terá mais tempo para cobrir mais material quando os membros dividirem os tópicos de pesquisa entre eles, ganhando eficiência.

Confiando na rede de apoio

Pode parecer que a dinâmica de estudos em grupo torna mais acirrada a competitividade entre os colegas ou choca com as preferências individuais sobre como estudar; mas a soma dos conhecimentos e pontos fortes que cada um tem sobre a matéria deve suprir as lacunas de aprendizado individuais.

Para funcionar para valer, esta estratégia deve ser organizada, a começar pela preparação do grupo. Como escolher os colegas certos? Separamos algumas dicas para você:

  • Observe quem são os alunos mais atenciosos, interessados e questionadores da turma;
  • Identifique quais personalidades são mais compatíveis com a sua;
  • Mantenha o grupo pequeno – entre 4 e 5 pessoas no máximo;
  • Priorize quem tem uma agenda similar à sua e dispõe dos mesmos horários livres;
  • Analise se os objetivos pessoais e nível de comprometimento com o grupo são similares entre os membros.

Estudar para concursos ou provas super exigentes já é estressante o suficiente, então, idealmente todos os membros do grupo de estudos devem se sentir confortáveis, valorizados e seguros para participar e contribuir, sem inibição.

Estabelecendo funções e responsabilidades

Para manter os estudos organizados, a gente recomenda que vocês se dividam em responsabilidades diferentes antes de começar as sessões.

O membro mais desenvolto deve ser o líder e facilitador das sessões, responsável por manter o ritmo da agenda e garantir o progresso na matéria; o ponto focal, responsável por organizar os encontros logisticamente e reunir a informação discutida em anotações; já o papel de “apresentador” ou professor que irá expor os conceitos estudados deve ser dinâmico, trocando de responsável de acordo com o ponto forte de cada um.

Além de alinhar as expectativas, estabelecer responsabilidades mantém todos os membros engajados com o objetivo comum.

Estruturando uma agenda

Idealmente, as sessões de estudo em grupo devem ter de 2 a 3 horas de duração, com intervalos, e uma agenda clara para organizar este tempo. A estrutura que propomos é:

  • Introdução do assunto a ser estudado;
  • Revisar e comparar as anotações da sala de aula;
  • Discutir os conceitos e as leituras;
  • Pausa para dúvidas e esclarecimentos;
  • Resolver um problema ou questão;
  • Desenvolver possíveis perguntas da prova;
  • Planejar a próxima sessão;
  • No final, um resumo dos principais pontos estudados.

Boas práticas para estudar em grupo da forma certa

Estas são algumas regras e dicas que a gente sugere para que o trabalho em equipe seja fluído e proveitoso:

  • Respeitar o horário de início da sessão;
  • Vir preparado com os materiais necessários: anotações, perguntas de testes anteriores, apostilas e dicionários;
  • Encorajar as discussões, resolução de problemas e perguntas;
  • Compartilhar estratégias que foram úteis para você;
  • Manter o foco e deixar o celular longe enquanto a sessão durar;
  • Não substituir o tempo de estudos individual ou com o tutor pelo estudo em grupo – este modo deve ser complementar ao que você já aplica;
  • Ter uma agenda por encontro: com objetivos claros, responsabilidades divididas, tempos pre-estabelecidos e temas já definidos;
  • De tempos em tempos, rever a eficiência do grupo e colocar em pauta os pontos que podem ser melhorados para as próximas sessões;
  • Não excluir ninguém, nem monopolizar os trabalhos – todos os membros do grupo devem resolver os problemas e exercícios – alternando apenas quem está na vez de explicar a resposta.

Não é nada do outro mundo, certo? Estas dicas são simples, mas valiosas. Coloque-as em prática e conte pra gente como foi.

Nossa missão é te ajudar nesta jornada com as melhores práticas e técnicas para conquistar o

resultado que deseja naquele sonhado concurso, vestibular, ENEM ou para, através do alto desempenho intelectual, decolar sua vida profissional e projetos pessoais. Confira os nossos planos de aprendizado.

Fontes:

Muhlenberg – Guide to effective study groups

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *